Segunda a Sexta 7:00 as 19:00

Nesse ano, o destaque da SIPAT em Assis foi a peça teatral “Não Dê Esse Furo”, e em Ourinhos o “Concurso de Fantasia da Saúde”.

 

1 sipat

 

Os Ambulatórios Médicos de Especialidades - AMEs de Assis e Ourinhos, por meio de sua Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA, realizaram entre os dias 10 e 14 e 17 e 21 de fevereiro, respectivamente, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho – SIPAT, com o objetivo de reforçar a prevenção e o cuidado com a saúde do colaborador.

As Semanas abordaram assuntos importantes como inteligência emocional, exercício físico, alimentação adequada, prevenção às drogas e à infecções sexualmente transmissíveis.    

Em Assis, o encerramento do evento foi marcado pela apresentação da peça teatral ‘‘Não Dê Esse Furo’’, encenada pelos colaboradores membros da CIPA, que de forma divertida destacou a importância da atenção no ambiente de trabalho e no manuseio de materiais perfurocortantes, além de enfatizar a responsabilidade com a própria saúde e a dos colegas na prevenção de acidentes no trabalho.

Já em Ourinhos, a proximidade com o feriado de Carnaval inspirou um fechamento diferenciado, com um “Concurso de Fantasia da Saúde”, no qual os colaboradores utilizaram toda a criatividade apresentando fantasias relacionadas à saúde e segurança no trabalho.

Os AMEs parabenizam as CIPAs, agradecem as empresas parceiras do evento e aos palestrantes que gentilmente abrilhantaram a SIPAT 2020, compartilhando seus conhecimentos.

 

4 sipat

Durante o evento, os Ambulatórios de Assis e Ourinhos apresentaram o trabalho de Matriciamento iniciado.

 

1 matriciamento

 

No último dia 12, os Ambulatórios Médicos de Especialidades de Assis e Ourinhos, que são gerenciados pela Santa Casa de Assis, participaram do Coletivo AMEs de Humanização, ocorrido no Departamento Regional de Saúde - DRS IX, em Marília. O evento foi organizado pelo Núcleo Técnico de Humanização - NTH da Secretaria de Estado da Saúde – SES e Departamento Regional de Saúde de suas regiões e também contou com a participação do AME de Tupã.

Essas reuniões acontecem trimestralmente, junto das unidades que compõem a regional de Marília, a fim de compartilhar as ações durante o período.

Para o ano de 2020, uma nova diretriz foi criada pelo Estado de São Paulo, denominado Apoio Matricial ou Matriciamento, com a estratégia de orientar o trabalho interprofissional, ou seja, o setor secundário (AME), junto com o setor primário (Atenção Básica), juntos em prol de melhorias para o paciente.  

Neste Coletivo de Humanização, os AMEs de Assis e Ourinhos apresentaram as visitas realizadas em todas as cidades envolvidas no Projeto de Matriciamento.  

A gerente clínica dos AMEs Assis e Ourinhos, Dra. Heloísa Costa Pereira participou do evento e destaca: “Foi de imensurável importância essa troca de experiências entre as unidades e os benefícios trazidos com este primeiro contato com a atenção básica. Iniciamos um trabalho de aproximação com o setor primário, que vem levantando questões importantes envolvendo a saúde em todos os seus âmbitos. Acreditamos que essa união entre a Humanização e o Matriciamento vem trazendo propostas para 2020, que caminharão em direção às novas vertentes da medicina, voltadas à humanização do cuidado e ao respeito da autonomia dos indivíduos”.

Também participaram da reunião a apoiadora do NTH – SES Cleusa Abreu, as articuladoras regional de Humanização Marcia Regis Rodrigues, do DRS IX Marília, responsável pela região de Assis e Ourinhos, além de membros das comissões dos AMEs de Assis, Ourinhos e Tupã.

A centenária organização Santa Casa de Assis, gestora dos Ames de Assis e Ourinhos, tem priorizado ações de humanização com foco no paciente, promovendo atendimento SUS de qualidade e comprovando que sua grande especialidade é o amor. 

 

2 matriciamento

O mês marca a campanha pela prevenção ao câncer de pele.

  

2

 

Gerenciados pela Santa Casa de Assis, os Ambulatórios Médicos de Especialidades - AMEs Assis e Ourinhos vêm desenvolvendo campanhas pertinentes a todos os meses dedicados à saúde. Por isso, durante as últimas semanas, foram realizadas atividades em referência ao Dezembro Laranja.

Promovida desde 2014 pela SBD - Sociedade Brasileira de Dermatologia, a mobilização tem como meta conscientizar a população sobre a importância dos cuidados com a pele, os riscos do câncer e a importância do diagnóstico precoce.

Nesse sentido, os ambulatórios divulgaram cartazes de dicas e cuidados da pele, afixados nos murais e corredores das unidades. Além disso, folhetos de orientação e amostras de protetor solar foram distribuídos a pacientes nas recepções e também a colaboradores.

No AME Assis, os funcionários puderam assistir a palestra “Dezembro Laranja: Prevenção ao Câncer de Pele”, ministrada pela médica dermatologista Dra. Katarine Tronco Gasparini, que discorreu sobre os riscos da doença e a importância da prevenção, além de esclarecer dúvidas.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano e quando descoberto no início, tem mais de 90% de chances de cura.

 

3

Importante ferramenta de gestão, a Ouvidoria é a porta de entrada para a participação do usuário na gestão do serviço 

 

2

 

Nesse mês de dezembro, os Ambulatórios Médicos de Especialidades - AMEs de Assis e Ourinhos participaram do 3º Encontro de Experiências Exitosas em Ouvidoria da Saúde Estadual. O evento dá a oportunidade para que as unidades que estão desenvolvendo projetos de Ouvidoria/SAU, e que tem apresentado melhorias em seu fluxo, compartilhem os êxitos conquistados.

O AME Assis participou do evento apresentando a campanha de sensibilização de faltas de pacientes “Não Falte! Sua Falta Faz Falta”, que objetiva sensibilizar e informar pacientes e comunidade sobre a importância da adesão a agenda de consultas, exames e procedimentos e os prejuízos causados a instituição de saúde e aos demais pacientes no caso de faltas, pois a cada falta de paciente a fila de espera aumenta.

Representaram o AME Assis no encontro as colaboradoras Jéssica Cardoso, responsável pelos setores de atendimento, e Andréia Ferreira Couto, ouvidora do ambulatório. Além delas, estiveram presentes no evento as colaboradoras do AME Ourinhos, Denise Christoni, coordenadora de desenvolvimento social e Virginia Oliveira, ouvidora do AME. A programação também contou com a apresentação de experiências exitosas do Hospital Estadual Américo Brasiliense e seu AME, AME Caraguatatuba, Hospital Estadual de Ribeirão Preto e Hospital Regional de Presidente Prudente.

Para a gerente dos AMEs, Andreia Camargo Souza, o evento confirma a relevância do papel das Ouvidorias na gestão moderna de serviços de saúde. “Os AMEs Assis e Ourinhos são gerenciados pela Santa Casa de Assis, que tem como prioridade o paciente, ou seja, aquele que é usuário dos serviços de saúde, oportunizando sua participação na gestão dos serviços e utilizando isso como ferramenta de melhoria contínua dos processos, objetivando mais qualidade e excelência no atendimento”.

Portanto, o grande destaque dessa apresentação foi o trabalho em parceria da Ouvidoria/SAU com a Comissão de Humanização, e por meio dela com os setores assistenciais e administrativos, como Regulação, Qualidade e Comunicação, mostrando que a gestão compartilhada, inclusive ouvindo os pacientes, obtém muito sucesso.

Os Ambulatórios Médicos de Especialidades são unidades ambulatoriais da Secretaria de Saúde do Governo do Estado de São Paulo,  de alta resolutividade, que oferecem consultas com especialistas, exames e, em algumas unidades, pequenas cirurgias em um só local. Nos municípios de Assis e de Ourinhos, os AMEs são gerenciados pela Organização Social de Saúde Santa Casa de Assis.

AME Assis

Nesses 7 anos, foram mais de 1 milhão e 900 mil atendimentos, em 25 especialidades médicas e não médicas, 39 tipos de exames e 12 municípios atendidos.

Conheça o AME Assis.